1 de out de 2012

Ação de Suprimento para Casamento - Pessoa interditada - Curatelado com a própria curadora



Excelentíssimo(a) Senhor(a) Juiz(a) de Direito de Vara de Família e de Órfãos e Sucessões da Circunscrição Judiciária do XXXX (DF) 



FULANA SOBRENOME, brasileira, divorciada, do lar, residente e domiciliado(a) na Quadra 00, Conjunto 10, Casa 20, Gama (DF), fone(s) 8410-0000, por seu advogado, vem requerer

SUPRIMENTO PARA CASAMENTO DE INCAPAZ

em benefício de SICRANO SOBRENOME, brasileiro, divorciado, beneficiário do INSS, maior e incapaz, representado por sua curadora (ora autora), residente no mesmo endereço acima citado.

FATOS
      A parte autora e Sicrano começaram um relacionamento em setembro de 2008 e em novembro do mesmo ano passaram a morar juntos, tendo inclusive um filho (João Sobrenome, nascido em 23/6/2010). Hoje se encontra grávida de 3 meses, de modo que nascerá o segundo filho de Sicrano.

OBSERVAÇÃO: Esta petição encontra-se incompleta aqui no blog. Para obter o conteúdo completo, entre em contato. Os demais tópicos da fundamentação desta petição são:

(...)           

FUNDAMENTOS

(...)

           NOMEAÇÃO DE CURADOR ESPECIAL E REGIME DE CASAMENTO

(...)

PEDIDOS
            Em face do exposto, requer:
            a) benefícios da justiça gratuita;
            b) intimação do Ministério Público;
           c) nomeação de curador especial para o curatelado, podendo esse encargo (...)

            Valor da causa: R$ 545,00.
           
            Gama (DF), 29 de agosto de 2011.

            Nome e Assinatura das Partes

            Nome e Assinatura do Advogado ou Defensor Público


ROL DE TESTEMUNHAS (art. 407 do CPC): 
(...) 

2 comentários:

  1. Prezados, gostaria de saber se é possível pessoa interditada se casar? Precisa de autorização do curador?

    ResponderExcluir